segunda-feira, 7 de julho de 2014

                                   Três Tempos 

                                                          Coluna do Edson Luiz 

1º Tempo 

As convenções estaduais tiveram a data limite o dia 30/06/2014, e para oficializar o pedido de registros de candidaturas para as eleições de 2014, foram no dia 05/07. Para as eleições deste ano, foram salientados 933 registros, sendo 06 para Governador, 11 para Senador, 193 para a Câmara Federal e 694 disputando uma vaga na Assembleia Legislativa. Os candidatos a Governo são: Helder Barbalho da “Coligação todos pelo Pará” (PMDB, PT, DEM, PR, PDT, PROS ,PHS, PC do B,PSL, PPS, e PTU). Simão Jatene vem para a reeleição com a “Coligação junto com o povo” (PSDB, PSP, PP, SD, PRB, PSC, PTB, PPS, PEN, PMN). Além de Elton Braga (PRTB), Jose Carlos Lima (PV), Marco Carrera (PSOL/PSTU) e Marco Antônio Nascimento (PCB). E os candidatos a Senado são: Paulo Rocha do (PT) “Coligação todos pelo Pará” (PMDB, PT, DEM, PC do B, PEOS, PDT, PPL PTN, PR e PHS). Jefferson Lima do (PP), Duciomar Costa (PTB), Ângela Azevedo (PSTU), Eliezer Reis (PRTB), Simão Bendayan (PV), Mario Couto (PSDB), Helenilson Pontes (PSD), Marcela Tolentino (Partido Solidariedade), Pedro Maia (PSOL), Jose Renato da Silva Rolim (PCB). 

2º Tempo 

E nas eleições municipais, os partidos fazem os acordos e coligações, sem a interferência dos estados ou da federação. Por conta disso em Curionópolis o PMDB de (Chamonzinho), segundo os cientistas políticos de plantão, no município não se repetirá a coligação entre PMDB e DEM, como no estado, já que o atual prefeito não será candidato, apenas indicará se quiser ( e for eleito) seu sucessor. Fato que deixará a disputa na municipal mais acirrada, pois se nas eleições para o governo o DEM e PMDB, estão juntos, e sabemos que certas decisões vêm de cima para baixo, teremos que acompanhar estes capítulos, e no final saberemos o que haverá de acontecer. Já o Candidato Adoney diz que não fará coligação com o PMDB municipal, de maneira alguma, e nem tampouco sairá de seu partido, embora tenha que apoiar Jatene, contrariando a decisão do seu partido na eleição estadual, pois segundo o candidato, ele não poderá seguir a decisão estadual por que o seu partido na municipal é oposição do PMDB de Helder Barbalho, e não terá como se juntar no município ao partido em questão. Também neste final de semana o DEM fez uma reunião com seus associados no Clube Natural Bosque, onde segundo seu presidente foi passado á todos, os próximos passos da diretoria do partido, sendo que no município o partido ficará e sairá com chapa cheia para prefeitura de Curionópolis. 

3º Tempo 

Também falamos esta semana com o presidente do PT em Curionópolis, Rony do PT, e ele disse a nossa coluna que foi convidado para participar da reunião do DEM, e que foi apenas para prestigiar o amigo também presidente de partido, e segundo o presidente do PT a reunião foi breve, mas ficou esclarecido algumas diretrizes para os associados. Alguns nomes já estão circulando no município em maior intensidade nas rodas de bate papos e comércios. O mais comentado no momento é a incógnita em torno do candidato que será indicado pelo prefeito, já que não se tem um nome de peso na cidade específico comentado, e os que já se apresentaram têm basicamente o mesmo peso, nas pesquisas da famosa boca á boca. Alguns nomes já estão declarados, entre eles, Rui do Posto, que continua dizendo aos quatro ventos que só será candidato se vier na cabeça, e que não quer nem pensar em ser vice de ninguém. Valdeir do Supermercado União, ( PT ), que tem a simpatia de seus clientes da cidade, do campo e das fazendas, é um adversário forte. E temos que lembrar do candidato a dep. estadual que fará a diferença no estado, João Chamon Neto, ex prefeito de Curionópolis e pai de Chamonzinho, que segundo o candidato, está trabalhando com a finalidade de vencer estas eleições, juntamente com Helder Barbalho. 

         Boa semana á todos                                Sejam felizes.