segunda-feira, 18 de agosto de 2014



Três Tempos
                                   Coluna do Edson Luiz
1º Tempo
O Brasil neste final de semana ficou (TODO) Nordestino, todas as atenções estiveram voltadas para o estado de  Pernambuco, onde vivera o estadista Eduardo Campos.
A vida é muita estranha mesmo. A morte, mais misteriosa. E nossa vã filosofia ainda quebra a cabeça com a arrogância, vaidade, petulância e outras tantas idiotices que movem muita gente. Um dia, acabam removidas. Ao mesmo tempo – e contraditoriamente ao dito antes – às vezes, a impressão é o que os ruins duram mais, enquanto aqueles voltados para a colaboração em melhorar a convivência entre as pessoas partem antes. É a impressão que fica para boa parte do País quando soube da morte de Eduardo Campos.   Na noite de 13 de agosto, o candidato à Presidência da República foi entrevistado no Jornal Nacional e saiu-se bem. Fez bom trabalho quando governou Pernambuco, talvez não vencesse a disputa para a Presidência, mas já havia demonstrado ser um político interessado na coletividade, o que nesse país é objeto raro. Eduardo Campos morreu na última quarta-feira, 13 de agosto, mesma data em que morreu seu avô, o emblemático Miguel Arraes, em 2005, e deixou um legado para Marina Silva, que era sua vice, que e agora terá a oportunidade de ser a cabeça de chapa, se os manda chuva do PSB não embargarem a mesma.
Nesta segunda feira saiu a pesquisa do Data Folha, que Marina Silva já cresceu nas pesquisas e que provavelmente tenha rebanhado  para sí,  os votos de Eduardo Campos (PSB), onde ela aparece nas intenções de voto dos brasileiros com 21%, Aécio Neves com 20%(PSDB) e a presidenta Dilma com 36% (PT), o que matematicamente nos remetem ao segundo turno, e se os candidatos acima juntarem a legenda, com certeza a Dilma vai amargar, mas como em uma eleição tudo pode acontecer, esperaremos as cenas dos próximos capítulos,  lembrando que até o fechamento desta edição, os caciques do PSB ainda não tinham apontado Marina como a candidata do Partido, mas creio que após essa pesquisa não é possível que queiram colocar outro candidato, a não ser que a negociação seja muito boa e os caciques não queiram Marina no poder, aí amigo, só Jesus na causa....
2º Tempo
Agora aqui no estado as coisas tão indo de vento em popa, os candidatos que mais aparecem nas pesquisas continuam sendo Simão Jatene para a sua reeleição e Helder Barbalho que é um páreo duro.
Temos visto nas redes sociais os assuntos que comentam em relação aos dois candidatos, pessoas que se engalfinham, falam mal e até ameaçam, tudo em nome do partidarismo. E a gente pode observar que na política sempre existirão dois lados, os que apoiam o governo e os que não apoiam o governo, isto é notório na população e não se discute.
Agora apresentação bonita foi o que aconteceu em Curionópolis, na casa do Prefeito Municipal, Wenderson Azevedo Chamon, “O Chamonzinho”, ele que trouxe o seu Pai, O candidato a deputado estadual pelo PMDB, O ex-prefeito de Curionópolis, Chamon Neto, que foi recebido por boa parte da população, e de algumas lideranças do município, inclusive alguns ex-vereadores, e vereadores com mandatos, que foram dar as boas vindas a Chamon.
Várias pessoas da sociedade foram até a residência de Chamonzinho ver as propostas de seu pai, que trouxe para a população palavras que o povo já esperava ouvir, mas a que mais chamou a atenção foi a de que ele é do Sul e sudeste do Pará e sua família reside toda aqui. E ele como deputado estadual será muito útil aos moradores daqui.
3º Tempo
Aprovada a Reforma Estatutária da Coomigasp
Neste domingo que passou dia 10/08 aconteceu a Assembleia Geral (AGE), sob a responsabilidade do Interventor Marcos Alexandre, que ocupa o cargo até o dia 21/09, onde acontecerá a grande Assembleia para eleger o presidente da Cooperativa, que será eleito pelos garimpeiros que virão de várias partes do Brasil.
Esta que ocorreu no barracão da cooperativa no último dia 10, foi para se votar algumas mudanças no estatuto, em que tinha duas opções ao garimpeiro, uma para o Sim e outra para o Não, onde os garimpeiros optaram pelo SIM, então concordaram com as reformas propostas pelo administrador Marcos. 
Boa Semana á todos                                              Sejam Felizes                               

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Aprovada a Reforma Estatutária da COOMIGASP


Aprovada a Reforma Estatutária da Coomigasp
Sob os olhares de milhares de garimpeiros e do Ministério Público, onde cinco garimpeiros foram escolhidos para comporem a mesa de apuração e um representante da OCB, deu se a apuração dos votos válidos e que aprovaram a Reforma do Estatuto da Cooperativa.
Neste domingo por volta das 7hs, no galpão da Cooperativa dos Garimpeiros de mineração de Serra Pelada (COOMIGASP), no município de Curionópolis, aconteceu a primeira Assembleia Geral (AGE), sob a responsabilidade da intervenção judicial, para deliberarem sob a reforma do estatuto da entidade, onde foram propostas várias mudanças que de benefícios ao garimpeiro, e que foi aceito pela maioria absoluta com mais ou menos 70% dos votos válidos.
A assembleia foi acompanhada pelo Ministério Público, na pessoa do Promotor Hélio Rubens e apresentada pelo Interventor Marcos Alexandre Mendes, que foi designado pela Justiça, para resolver os problemas internos da Cooperativa, e na sua primeira proposta que apresentou a nação garimpeira para resolução de suas dificuldades, sua equipe sagrou-se vencedora.
As cédulas para a votação foram confeccionadas com duas opções; Sim, concordando com a aprovação do estatuto e Não, para a negativa da aprovação.
Foram computados 1150, (Mil e cento e cinquenta) votos, sendo:
804 para o “Sim”, 326 para o “Não”, 12 para Brancos e 08 para nulos.
A contagem dos votos iniciou ás  17:20Hs e findou por volta das 19:30Hs.

 O promotor Hélio Rubens falou do Compromisso e da responsabilidade do MP estar acompanhando o trabalho da votação para que não acontecesse nada de anormal na eleição, “Acompanhamos os trabalhos de votação o dia todo e agora os garimpeiros deram o primeiro passo para a profissionalização da cooperativa,  para que ela possa produzir como qualquer empresa, e dividir os seus dividendos com seus cooperados”, Terminou Hélio Rubens
O Interventor Marcos Alexandre apresentou todo o evento aos cooperados, falou e explicou tudo que lhe foi perguntado, “Após essa aprovação do Estatuto, ainda temos o trabalho de fechar o quadro social, para sabermos quantos cooperados realmente existem de fato na instituição, realizar os trabalhos da montoeira, e buscar um parceiro para a retomada do Projeto Serra Pelada e buscar a liberação do dinheiro da caixa econômica”, Finalizou Marcos.
 O garimpeiro Toninho Arantes, morador de Serra Pelada disse que aprovou o Estatuto, “Eu votei “Sim”, por que sou a favor do funcionamento do garimpo e do bem estar da sociedade garimpeira, e contra todas as quadrilhas que passaram por lá”, findou Toninho.
Outro garimpeiro que aderiu às mudanças foi Antônio Francisco dos santos, 75, de São Domingos do Araguaia, “Votei “Sim”, para melhorar algumas coisas dentro da cooperativa, cansei de tanta promessa”, encerrou Antônio.


 O Blogueiro Antônio Milhomem também aderiu à aprovação do Estatuto, “Eu entendo que foi Democrático, bem explicado pelo interventor todas as cláusulas e a apuração foi transparente”, Finalizou Milhomem.
 Já o Garimpeiro do Maranhão, José Antônio, 73, disse que não concorda com essa reforma estatutária, “Mesmo votando no “Não”, fiquei satisfeito com o que aconteceu se ganha eleição e com votos, e sei quando perdi”,  concluiu José.
  
A advogada Raquel Bastos, do corpo Jurídico da Cooperativa disse estar satisfeita com o resultado, “Finalmente o garimpeiro receberá o que lhe é de direito, pois com essa reforma tudo ficará claro para toda sociedade garimpeira, que poderá acompanhar de perto seus direitos constituídos”, Findou Raquel.


 Curionópolis: Acidente com alta tensão, duas pessoas quase foram eletrocutadas.
Não se sabe o porquê, mas o ditado foi mantido, que diz; “todos morrem na hora certa”, se não fosse isso, duas pessoas que trabalham em uma empresa que podam árvores em torno do linhão de alta e baixa tensão, teriam ido para o andar de cima. 
Nesta última quinta feira 07/08, no local conhecido por graminha, que fica no canteiro central da cidade de Curionópolis, próximo da antiga Câmara Municipal, aconteceu um acidente com o carro F400, adaptado com escada giratória, para o trabalho de podações de árvores, pegando fogo nos pneus.

 Segundo Ney Costa, 30, que é o motorista do carro, eles colocaram o carro no local escolhido por eles, e esticaram a escada, iniciaram os trabalhos, foi quando o seu amigo que estava na ponta da escada, cortou um galho grande, e o mesmo engatou na escada, puxando ela para o fio de alta tensão.

Ainda segundo Ney, quando a escada colou na rede alta, começou a soltar muitas faíscas de fogo, onde culminou na explosão e fogo nos seis pneus da F4000, e o seu colega de trabalho que estava na ponta da escada,  teve que esperar o galho pegar fogo, se queimar e só depois de cortar a corrente de alta tensão que passava pelo carro, para que pudesse descer o seu colega da escada.
Ney costa disse que quase entrou em desespero, mas devido o treinamento que recebem, sabia que no momento que a escada estava recebendo descargas elétricas, não tinha como salvar ou descer seu amigo, por isso teve que manter a calma, e esperar o galho queimar e só depois descer o seu amigo, que só não morreu por que a ponta da escada é de madeira, e seu colega não fora atingido, e quando a nossa reportagem chegou ao local do acidente, 10 minutos depois, o Rapaz que estava na ponta da escada já teria ido para Parauapebas, sem qualquer ferimento, “Nunca me ocorreu, nem tampouco tinha visto tal acidente, mas somos treinados para qualquer eventualidade, porém confesso que fiquei nervoso, vendo o carro pegando fogo e meu colega na ponta da escada, ainda bem que o galho queimou rapidamente e alguns moradores me ajudaram e apagamos o fogo, então descemos meu colega, e tá tudo bem com ele”, finalizou Ney.

As pessoas que estavam no local e viram o incidente, disseram que foi obra de Deus, Joaquim Moura, 48, disse, “O rapaz que estava na ponta da escada só não morreu, por pura sorte ou porque não era sua hora, e o outro também ficou de longe vendo o fogo queimar o galho, esse que estava no chão ou o outro que estava na escada, se  tivessem recebido aquela descarga de energia, com certeza não teriam resistido”, finalizou Joaquim.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Acidente na PA 275, uma vítima fatal







Acidente na PA 275 com vítima fatal
Neste domingo, 03/08 por volta das 20hs, próximo ao KM 40, ocorreu um acidente com uma vítima fatal, três jovens voltavam de um final de semana de Salinas, em um carro Golf, Branco de placas JKE-2105, DF-Brasília, bateram violentamente em um poste de energia de alta tensão, quebrando o mesmo,  um deles morreu na hora.
Segundo José Carlos, 30, que chegou assim que o carro colidiu com o poste,
o motorista vinha em alta velocidade, perdeu o controle do carro, e bateu impetuosamente no poste, ele que vinha com sua esposa de moto, pararam e foram ver, ele disse que só ouvia os gritos dos sobreviventes, parou carros na pista e pediu socorro e quando conseguiram chegar no carro, tiraram os sobreviventes e deixaram um deles, que já estava morto preso as ferragens do carro.
Ainda segundo o depoente que não quis ser fotografado, chamaram os bombeiros, e quando a reportagem do Carajás o Jornal chegou ao local, os acidentados estavam do lado de fora do carro, apenas um que soubemos se chamar Zeca Martins, funcionário da Vale, estava preso as ferragens e morreu na hora.
O Irmão de Zeca, Cezar Martins e o outro amigo Valter Gomes, foram conduzidos ao Hospital pela ambulância de Curionópolis,  "Apesar de  várias escoriações,  os dois estão aparentemente bem e não correm o risco de morte", segundo os enfermeiros e médicos do SAMU, que chegaram ao local em um tempo recorde de 10 minutos.
Também estava no local do acidente, o Cabeleireiro Cleomar de Parauapebas, ajudando na procura de mais corpos, ele que também voltava de Marabá, disse que o carro acidentado passou por ele em uma velocidade estupenda, á quase 200 por hora, “Ele passou por mim depois de Curionópolis, passou igual um foguete, e quando vimos o movimento na pista de vários carros parados, também paramos e nos deparamos com o carro que nos ultrapassou, totalmente acabado, e encontro um dos integrantes do veículo morto, uma fatalidade”, terminou Cleomar..